As vantagens de correr sem tecnologia

Sem relógio? Sem música? Deixe seus aparatos para trás e ganhe uma nova perspectiva para seu esforço

tecnologia lhe auxilia a quantificar o esforço que emprega ao treinar, porém, deixar de lado todos esses aparatos de vez em quando pode lhe ajudar a se reequilibrar além de desenvolver a genial sensação de correr com a mente em branco. Uma vez liberado do estresse da constante obrigação pelo feedback dos números, pode ser que você se veja correndo mais rápido e com um melhor rendimento.

Desconecte-se do mundo e corra.

Veja na sequência como se desconectar e refletir.

RELÓGIO

Conferir o ritmo, distância e pulso a cada dois minutos lhe faz estar mais concentrado nos números que nos sinais de seu próprio corpo. Você não só pode ignorar o feedback que seu corpo lhe passa como também estar deixando de lado um dos maiores benefícios da corrida: a paz mental.

Opiniões de especialistas sobre o tema afirmam que usar aparatos tecnológicos ao correr impede a mente de entregar-se ao corpo. Além disso, creem que deixar de lado os relógios e cronômetros também pode lhe liberar dos prejuízos sobre quantos quilômetros correr e a que velocidade pode seguir.

Em muitas oportunidades, os números podem nos motivar, porém, outras vezes nos limitam. Pode ser que esquecer-se deles lhe ajude a ir mais adiante e faça com que descubra um novo nível de corrida.

Como? Escolha um destino. Por exemplo, a casa de algum amigo ou uma parte da cidade que você passe de carro normalmente mas deseje conhecer melhor. Você também pode converter a corrida em uma atividade social: corra até um café que você goste e se encontre com algum amigo que possa levá-lo de volta para casa de carro.

Ou mesmo pode correr em sua rota habitual, porém, sem relógio. Concentre-se em sua forma física, em sua respiração e em como sente as suas pernas ao invés de seguir as instruções do relógio.

Está certo. Você pode conferir a que horas o treino começou e quando terminou. Mas não leve o relógio consigo. Quanto estiver preparado para correr sem tecnologia, aproveite algumas corridas que não possuem cronômetros nem marcadores de quilometragem. Desfrute a corrida sem saber que tempo fará.

MÚSICA

Uma boa canção pode nos animar durante uma corrida longa e também fazer silenciar as conversas de seus vizinhos de esteira na academia. Mas também pode bloquear o feedback sensorial que seu corpo envia e distraí-lo. Por exemplo, quando corre usando fones, não escutará o som de sua respiração nem de suas passadas, pistas importantes para saber como está trabalhando.

Ouvir música o tempo todo faz com que esta perda lhe torne insensível a esses efeitos motivadores. Por outro lado, existem algumas normas que proíbem os fones de ouvidos em certas competições e eventos esportivos oficiais, mas para os profissionais.

Os organizadores da Maratona de NY recomendam que não se utilize MP3 ou fones durante a corrida, o mesmo ocorre em Boston, que também proibiu o uso para atletas de elite e que competem por dinheiro.

Como? Comprometa-se. A sugestão é usar a música de forma estratégica. Você pode ouvir música somente durante as sessões mais intensas de velocidade, por exemplo, ou correr duas vezes por semana sem música.

Se for correr um longão e necessita de animação, você pode ouvir música de forma intercalada, variando com momentos sem o som nos ouvidos. Se você corre sozinho porque não gosta de falar durante o exercício, a chave é encontrar um companheiro que pense como você e que corra contigo sem muito papo.

Corrida solo

Se você estiver em uma equipe de revezamento ou se faz parte de outra equipe de corrida, concentre-se em seus objetivos de grupo ao invés de pensar nas estatísticas de performance pessoais. Corridas desse tipo não são destinadas a quebras de recorde. O foco, normalmente, é a diversão, aventura e companheirismo.

Isso significa que a tecnologia deve estar em segundo plano. Quando você divide o trabalho entre vários corredores isso significa que os números têm menos importância de que em uma corrida tradicional, e que pode lhe libertar de suas próprias expectativas, exceto uma, a de fazer o melhor para a equipe.

Como? Esqueça a função cronômetro. Você pode fazer um acordo para que ninguém corra com o relógio e que a marcação do tempo seja feita por outra pessoa, que comunicará o resultado ao final da corrida.

Aqueles que correm com um mesmo grupo por muito tempo podem optar por fazer uma troca entre as equipes. A vantagem é que você fica focado em fazer novos amigos e correrá de acordo com os objetivos das diferentes equipes, e não apenas aos seus próprios.

Fonte: Runner’sexame.abril.com.br/estilo-de-vida



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s