Os quatro benefícios do pinhão para a saúde

PinhãoUma das árvores mais comuns no Sul do Brasil, a araucária, ganha destaque no inverno pela sua semente. O pinhão é um dos alimentos escolhidos por muitas pessoas para acompanhar o frio na beira da lareira. A versatilidade para consumo e o sabor são fatores que influenciam na escolha do alimento, que chegou a ter seu preço elevado em até 70% neste ano, se comparado ao ano passado. Entre os fatores que aumentaram o valor do pinhão está a escassez. No Rio Grande do Sul, a queda na safra deste ano pode chegar a até 40%, segundo dados da Emater/RS.

Apesar da queda na safra, a estimativa da Emater/RS é de que sejam comercializadas entre 600 e 800 toneladas da semente no Estado neste ano. Que o pinhão está entre os alimentos preferidos dos gaúchos, todos já sabem. Mas, afinal, quais são os benefícios dessa semente para a saúde?

Poucos sabem, mas esta semente é apontada pelos nutricionistas como uma poderosa fonte de fibras, proteínas, carboidratos e minerais como potássio, ferro, cálcio e zinco. Selecionamos quatro benefícios importantes para a sua saúde:

Perda de peso: Comer pinhões de maneira regular pode ajudar no emagrecimento. Apesar de ser rica em gorduras, a semente contém  ácido pinoleico, que desencadeia a liberação de hormônios supressores da fome. Dessa forma, a substância atua como um inibidor eficaz do apetite, contribuindo para a perda de peso.

Contribui para a saúde dos olhos: O pinhão possui um antioxidante chamado luteína, importante para a prevenção de doenças oculares como a catarata.

Fonte de energia: Em dias em que o cansaço estiver tomando conta do seu corpo, o pinhão pode ser um aliado de força. Tudo isso porque a semente possui proteína e magnésio. Estudos comprovam que o magnésio contribui para melhorar os sintomas de fadiga, assim como para diminuir a tensão muscular.

Propriedades anti-envelhecimento: Os antioxidantes encontrados nos pinhões retardam o processo de envelhecimento.Isso porque esses antioxidantes ajudam a remover os radicais livres e, quando os níveis mais elevados de radicais livres se fazem presente, os sinais de envelhecimento podem aumentar.

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s